segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Justiça retira outdoor de igreja com cunho homofóbico

Uma liminar pedida pela Defensoria Pública de Ribeirão Preto, assinada pelo juiz substituto da 6ª Vara Cível de Ribeirão Preto Aleksander Coronado Braido da Silva retirou de circulação um outdoor com trechos bíblicos condenando a homossexualidade.


A mensagem foi apagada justamente no domingo, quando a cidade recebia a sua 7ª Parada do Orgulho LGBT. A liminar foi expedida na noite da sexta-feira e ordenava a retirada imediata do outdoor próximo à Câmara Municipal e proibiu que a mensagem seja divulgada em qualquer outro meio de comunicação e ainda previu multa de R$10 mil reais para descumprimento da medida.

Para o defensor público Victor Hugo Albernaz Junior, “As frases usadas eram agressivas, discriminatórias e com conteúdo homofóbico”. A decisão da Justiça agitou o grupo evangélico Casa de Oração, autor da mensagem que expunha frases da Bíblia como “Se também um homem se deitar com outro homem, como se fosse mulher, ambos praticaram coisa abominável…” ou “até as mulheres trocam as relações naturais pelas que são contra a natureza. E também os homens deixam as relações naturais com as mulheres e se queimam de paixão uns pelos outros até as mulheres trocam as relações naturais pelas que são contra a natureza. E também os homens deixam as relações naturais com as mulheres e se queimam de paixão uns pelos outros”.

Na internet, grupos e sites evangélicos contaram que acreditam que a decisão feriu a liberdade religiosa.

Fonte:
Lado A

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Wordpress Themes | Bloggerized by Free Blogger Templates | Macys Printable Coupons